VISÃO GERAL - QUALIDADE

A melhoria contínua, o aperfeiçoamento do desempenho, o atendimento aos requisitos funcionais e não funcionais do negócio e, consequentemente, a satisfação do cliente, são fatores decisivos para se obter boa qualidade em nossos produtos e serviços.

 

As questões éticas da nossa empresa e do profissional, as estratégicas para aumentar a competitividade dos negócios e as questões de responsabilidade visando a segurança e a eficácia, também são fatores importantes para se obter qualidade.

 

A garantia e o controle de qualidade estão presentes em nossos processos e produtos, desde o início, no levantamento das necessidades do cliente até a sua entrega final, inclusive no acompanhamento após a implantação, atendendo aos nossos padrões de qualidade em escalabilidade, confiabilidade, usabilidade e segurança da informação.

METODOLOGIA DE TESTE - MODELO “V”

Consideramos que o teste não é uma fase do ciclo de desenvolvimento de software mas, sim, um componente fundamental em todas as fases. Os testes do produto estão previstos em paralelo com a fase de desenvolvimento correspondente.


Os processos de FAZER e CONFERIR convergem do início até o fim do projeto. O grupo que FAZ trabalha com o objetivo de implementar o sistema, e a equipe que CONFERE, simultaneamente, executa procedimentos de testes para minimizar ou eliminar riscos. 

 

Antes que o desenvolvimento seja iniciado, um plano de testes do sistema é criado. Esse plano de testes se concentra em atender a funcionalidade especificada no levantamento dos requisitos e conhece as condições de uso da aplicação do produto, sendo essencial para o sucesso do projeto.

A fase de execução inicia-se com a construção dos protótipos. Uma vez que estes estejam concluídos, o caminho de execução continua pelo lado direito do "V", onde os planos de testes desenvolvidos anteriormente são agora colocados em prática. Testando o comportamento dos sistemas e subsistemas em ambiente controlado e, por fim, validando o desempenho do produto final em condições de uso (aplicação real) e/ou em clientes (confiabilidade).

ETAPAS DOS TESTES – MODELO 3P X 3E

Através de técnicas de testes funcionais, nosso ciclo de vida do processo de testes é baseado na metodologia TMAP (Test Management) que utiliza o modelo 3P X 3E. O modelo 3P X 3E é composto por várias etapas de teste e cada uma dessas etapas corresponderão a atividades, produtos e documentos.

 

O primeiro P (de Procedimentos Iniciais) é uma fase na qual é realizado o levantamento dos requisitos e traçado, em linhas gerais, um esboço do processo de teste. Os outros dois PP são etapas que acompanham todo o processo de teste, que são o Planejamento e a Preparação e, por fim, os três EEE – Especificação, Execução, Entrega, que consomem em torno de 80% a 85% de todo o processo.

Procedimentos Iniciais

A equipe de qualidade participa no levantamento dos requisitos do negócio, requisitos funcionais e não funcionais, junto ao cliente, de modo a garantir que o documento de requisitos esteja completo e sem ambiguidades.

Planejamento

Com base na documentação dos requisitos, o Plano de Testes é elaborado para ser utilizado de modo a evitar quaisquer riscos do negócio e fornecer os caminhos para as próximas etapas.

Preparação

Nesta etapa, o objetivo básico é preparar o ambiente de teste (equipamentos, pessoal, ferramentas de automação, hardware e software), para que os testes sejam executados corretamente e simule o ambiente do cliente.

Especificação

Os casos de teste e os roteiros de teste são elaborados baseados no plano de teste e contém instruções para a sua correta execução, bem como o registro de resultados esperados em cada situação.

Execução

Os testes são executados conforme os casos e os roteiros de teste e seus resultados são evidenciados na documentação do projeto. Não conformidades são registradas e acompanhadas junto aos desenvolvedores, até a sua completa resolução.

Entrega

O projeto de teste é finalizado e a equipe de qualidade acompanha o aceite junto ao cliente, apoiando-o durante os seus testes e coletando as sugestões de melhoria ou eventuais não conformidades*.

*Tratamento das Não-conformidades

As métricas de não conformidades identificadas nos testes internos são avaliadas juntamente com as métricas de não conformidades do aceite do cliente, com o objetivo de garantir a melhoria contínua dos nossos processos e produtos.

DOCUMENTO DE TESTES – NORMA IEEE 829

A nossa documentação de teste é baseada na norma IEEE 829, também conhecida como o Padrão 829 para Documentação de Teste de Software. É um padrão IEEE (Instituto de Engenheiros Eletricistas e Eletrônicos) que especifica a forma de uso de um conjunto de documentos em oito estágios definidos de teste de software, com cada estágio potencialmente produzindo seu próprio tipo de documento.

ESPECIFICAÇÕES:

 

  • Plano de Teste: Define o planejamento para execução do teste, incluindo abrangência, abordagem, recursos e cronograma das atividades de teste. Identifica os itens e as funcionalidades a serem testados, as tarefas a serem realizadas e os riscos associados com a atividade de teste;

 

  • Roteiro de Teste e Casos de teste: Refina a abordagem apresentada no plano de teste e identifica as funcionalidades e características a serem testadas pelo projeto e por seus testes associados. Define os casos de teste, os procedimentos, incluindo dados de entrada, critérios de aprovação e condições gerais para a execução do teste;

 

  • Plano de Aceite do Cliente: Sugere os casos de teste, os procedimentos, e condições gerais para a execução do teste, durante o aceite do cliente.

RELATÓRIOS:

 

  • Relatório de incidente de teste: Também chamado de “controle de divergências”, documenta qualquer evento que ocorra durante a atividade de teste e que requeira análise posterior ou correção;

 

  • Sumário de avaliação de teste: Apresenta de forma resumida os resultados das atividades de teste associadas a uma ou mais especificações de projeto de teste e provê avaliações baseadas nesses resultados. Apresenta as métricas de não conformidades encontradas durantes os testes.

Rua Natal, 275 - Vila Bertioga - CEP 03186-030 - São Paulo - SP - Brasil

Telefone +55 11 2268 4800 - CNPJ 03.434.672-0001/01 - IE 115.218.870.115

© 1999-2020 Easytech Tecnologia Ltda - Todos os direitos reservados - Easytech® é marca registrada de Easytech Tecnologia Ltda.

As marcas comerciais citadas neste site pertencem aos seus respectivos proprietários.